Notícias


AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS

Por Erick Soares Hammoud Teles, Leiloeiro Oficial e especialista em leilões judiciais.

A avaliação do bem imóvel pode ser um fator determinante para o sucesso da venda.

Quando bem executada leva em consideração as características do bem, padrão construtivo, localização e, dentre outros aspectos, o interesse que o mercado possui sobre aquele bem (liquidez).

Se vista sob a ótica da venda forçada (como ocorre nos leilões judiciais, por exemplo) também deve ser levado em consideração o impacto que o curto tempo disponível para realização da alienação provoca no valor de venda do bem, sendo essa uma das razões que justificam o deságio aplicado sobre os bens leiloados.

Outro aspecto extremamente relevante refere-se ao lapso temporal entre a realização da avaliação e o momento da venda em leilão.

Isso porque a avaliação expressa uma imagem de determinado momento de mercado, que pode ser alterado por diferentes fatores, como ocorreu entre os anos de 2009 e 2013, onde a valorização de imóveis chegou a 121% (boom imobiliário), mas que diante da crise econômica brasileira, que se evidenciou em 2015, resultou em estagnação do mercado de imóveis, porém, sem a diminuição acentuada nos preços (bolha imobiliária).

Portanto, recomenda-se um olhar muito cauteloso sobre a avaliação do bem e o lapso temporal entre sua elaboração e a realização da venda para que haja sucesso nesta fase processual.

Lembrando que a avaliação de bens deve ser realizada sempre por peritos, profissionais habilitados e capacitados para essa função!



Voltar